ADRH - Associação de Recursos Humanos de Bento Gonçalves

Estatuto

A ASSOCIAÇÃO DOS DIRIGENTES DE RECURSOS HUMANOS DE BENTO GONÇALVES, sociedade civil fundada em 22 de maio de 1991.

RESOLVE

Pela decisão da Assembléia Geral, sob a égide dos Estatutos Sociais a seguir transcritos, promover o fortalecimento da Entidade e aperfeiçoamento dos conhecimentos.

ESTATUTO SOCIAL DA CONSTRUÇÃO DA SEDE E FINS

Artigo 1º
A ADRH-BG, é uma sociedade civil, sem fins lucrativos, com sede e foro jurídico na cidade de Bento Gonçalves, na Alameda Fenavinho, 481, Bairro Fenavinho, Estado do Rio Grande do Sul podendo manter Delegacias em qualquer ponto do território Nacional e Exterior;
Artigo 2º
A Sociedade é constituída por um número ilimitado de associados;
Artigo 3º
Sociedade foi fundada em 18 de Setembro de 1978, e terá duração por tempo indeterminado;
Artigo 4º
A Sociedade tem por finalidade:
  1. Congregar as pessoas jurídicas que exercem atividades de administração de Recursos Humanos, no município de Bento Gonçalves;
  2. Defender os interesses da classe em geral e dos seus associados;
  3. Colaborar com os poderes públicos constituídos nos atos pertinentes ao livre exercício das atividades empresariais, em suas  modalidades;
  4. Promover o aprimoramento e o desenvolvimento de técnicas referentes à administração Recursos Humanos;
  5. Manter intercâmbio e realizar convênios com entidades que lhe são afins, empresas privadas e com Institutos Educacionais e Tecnológicos;
  6. Orientar seus associados em questões técnicas, administrativas, e na formação profissional;

DOS ASSOCIADOS

Artigo 5º
Poderão ser associados pessoas físicas e jurídicas, propostas e aprovadas pela Diretoria Executiva.
Artigo 6º
Os Associados se classificam em sócios contribuintes.
§ único
Os Associados se classificam em sócios contribuintes.
Artigo 7º
A admissão de sócios contribuintes se fará mediante proposta assinada pelo proponente e aceita pela Diretoria Executiva.
Artigo 8º
Os Sócios não respondem subsidiariamente, pelas obrigações assumidas pela Entidade.
Artigo 9º
O associado que, por ação ou omissão, prejudicar os interesses da Entidade, poderá ser suspenso ou excluído do quadro social, a critério da Diretoria Executiva.
Artigo 10º
SÃO DIREITOS DOS ASSOCIADOS
  1. Tomar parte das Assembléias Gerais;
  2. Votar e ser votado nas chapas;
  3. Freqüentar as dependências da Associação;
  4. Apresentar memoriais, indicações e sugestões de interesse da Associação;
§ único
O direito de votar e ser votado nas Assembléias Gerais é exclusivo aos contribuintes, quites com a tesouraria.
Artigo 11º
SÃO DEVERES DOS ASSOCIADOS
  1. Cumprir fielmente as deliberações deste Estatuto, bem como o regimento interno da Entidade;
  2. Acatar e cumprir as deliberações da Diretoria Executiva da Associação;
  3. Colaborar com o desenvolvimento e aprimoramento da Entidade;
  4. Pagar as mensalidades pontualmente e outras obrigações pecuniárias estabelecidas;
  5. Quitar-se devidamente com a tesouraria, no caso de vir pedir desligamento da Entidade;
Artigo 12º
DOS ÓRGÃOS DIRIGENTES DA ASSOCIAÇÃO
São órgãos dirigentes da Associação:
  1. A Assembléia Geral;
  2. O Conselho Deliberativo e a Diretoria Executiva;

    O CONSELHO DELIBERATIVO

    O Conselho Deliberativo será formado, por cinco componentes, eleitos pela Assembléia Geral, pelo período de dois anos.
    1. As decisões do Conselho Deliberativo serão tomadas por maioria absoluta de votos, cabendo ao Presidente do mesmo, em caso de empate, voto de qualidade;
    2. COMPETE AO CONSELHO DELIBERATIVO
      1. Eleger seu Presidente, Vice-Presidente e Secretário após empossado pela Assembléia Geral.
      2. Encaminhar sugestões e recomendações a Diretoria Executiva.
      3. Examinar e emitir parecer sobre o Relatório de Atividades e o Balanço Geral da Entidade,  apresentado pela Diretoria Executiva.
      4. Propor à Assembléia Geral, a venda, permuta ou oneração de bens imóveis da Entidade mediante proposta aprovada antecipadamente por dois terços dos membros da Diretoria Executiva e dois terços do Conselho Deliberativo.
      5. Fixar normas para a apresentação de chapas para eleição e preenchimento dos cargos eletivos da Diretoria Executiva.
      6. Julgar, como instância final, qualquer recurso interposto por associado, das decisões da Executiva.
Artigo 13º
As Assembléias Gerais são formadas pelos sócios, em pleno gozo de seus direitos.
§ único
Cada sócio, terá direito a um voto nas deliberações da Assembléia Geral e nas eleições.
Artigo 14º
As Assembléias Gerais serão convocadas, com dez dias de antecedência, no mínimo, através de meios de comunicação disponíveis .
Artigo 15º
As Assembléias Gerais instalar-se-ão:
  1. Em primeira convocação com a presença de dois terços dos associados quites com a tesouraria;
  2. Em segunda convocação, que ocorrerá quinze minutos após a hora marcada para a primeira convocação com a presença de qualquer número de sócios com a tesouraria;
Artigo 16º
As Assembléias Gerais Ordinárias e Extraordinária serão convocadas pelo presidente da Diretoria Executiva ou na falta dele, pelo vice-presidente.
Artigo 17º
As Assembléias Gerias Ordinárias serão convocadas uma vez por ano.
Artigo 18º
As Assembléias Gerais Extraordinárias serão convocadas sempre que os interesses sociais o exigirem.
Artigo 19º
São atribuições das Assembléias Gerais Extraordinárias:
  1. Reformar os estatutos;
  2. Deliberar sobre a dissolução da Entidade;
  3. Escolher os membros integrantes do Conselho Deliberativo;
  4. Deliberar sobre assuntos pela qual foi convocada;
Artigo 20º
As Assembléias Gerais Extraordinárias serão convocadas sempre que os interesses sociais o exigirem.
Artigo 21º
O Estatuto da ADRH-BG será reformado no tocante à administração e nos demais casos, em qualquer ocasião que a Assembléia Geral Extraordinária julgar necessário, devendo esta constar com a presença de 50% dos associados e deverá obter a aprovação de três quartos dos presentes.

DOS ASSOCIADOS

Artigo 22º
A Diretoria Executiva será eleita pela Assembléia Geral Ordinária e será composta de:
  1. Presidente;
  2. Vice-Presidente;
  3. 1º Tesoureiro;
    2º Tesoureiro;
  4. 1º Secretário;
    2º Secretário;
  5. Diretores para assuntos específicos;
Artigo 23º
Salvo as exceções previstas neste Estatuto, as decisões da Diretoria Executiva serão tomadas por maioria de votos.
Artigo 24º
Cabe ao presidente representar a entidade ativa, e passivamente, judicial e extrajudicial.
Artigo 25º
Ao Vice-Presidente para assuntos da Associação compete:
  1. Substituir o presidente na ausência deste, coordenar e representar perante a Diretoria Executiva, os interesses dos associados;
Artigo 26º
Aos secretários compete:
  1. Lavrar as atas das reuniões da Diretoria Executiva.
Artigo 27º
Aos Tesoureiros compete:
  1. Ter sob a sua guarda e responsabilidade os livros contábeis e valores da entidade;
  2. Representar a Associação, juntamente com o presidente da Diretoria Executiva perante os estabelecimentos de crédito.
Artigo 28º
A receita resultará:
  1. Da exploração ao arrendamento de seus serviços e dependências;
  2. Das mensalidades, contribuições e doações;
  3. Das rendas eventuais.
Artigo 29º
A despesa objetivará:
  1. Atender aos fins que a sociedade se propõe;
  2. Despesas gerais.
Artigo 30º
Todos os órgãos dirigentes da Entidade serão exercidos gratuitamente.
Artigo 31º
A dissolução da ADRH-BG só poderá ser efetivada pela decisão da Assembléia Geral Extraordinária com a presença mínima de 50% dos seus associados e deverá obter  aprovação de ¾ dos presentes.
Artigo 32º
No caso de dissolução da Associação, na forma deste estatuto, seu patrimônio será destinado a critério da Assembléia Geral.
Rua Senador Joaquim Pedro Salgado Filho, 748 – São Bento – Bento Gonçalves - RS - CEP: 95.703-100
Fone: (54) 3452.51.66